Vamos fazer visível o invisível

A nossa condição humana é muito difícil de ser dissociada da condição material. O ser humano é de carne e osso, com forma, peso e volume. Neste sentido, quando alguma questão não é visível nem tem massa física, é muito mais difícil valorizar. E o caminho que nos leva ao hábito da poupança tem muito de invisível, pois é preciso construí-lo, é preciso alimentá-lo. Leva tempo incorporar o hábito da poupança.

Desde o Clinkky procuramos construir cultura de poupança e, uma boa ferramenta para isso, é acompanhar o nosso #presenteiepoupança. São pequenos incentivos que levarão os baixinhos a experimentar suas primeiras poupanças. É fundamental percorrer o caminho com eles e nunca esquecer aonde queremos chegar, estabelecer metas e focar as energias para atingí-las. Depois, com o hábito de poupar já incorporado, serão mais autônomos e responsáveis na tomada de decisões financeiras a qualquer idade.